Velhos fantasmas

Vez ou outra encontramos um fantasma, que julgávamos estar perdido no meio daquela mobília velha que levamos para dentro da garagem de nossas mentes na esperança de que esqueçamos esse ser de ectoplasma tão odiado. Mas porque o odiamos mesmo? Eu, por exemplo, odeio os fantasmas que me fazem lembrar que um dia cometi um erro de julgamento ou das vezes que eu abri meu coração, claro que sou motivado pelo fato de que nas poucas vezes que abri meu coração, tive o órgão destroçado. Então, quando se forma em min um desses seres, faço logo o serviço sujo e os enterro.

O problema é que nunca podemos controla o que vai acontecer, afinal de contas ainda somos humanos, e o “destino” ou o “acaso”, não nos é subordinado, então numa bela manhã de segunda feira, você da de cara com um desses fantasmas e se pergunta: “Ué, eu não tinha trancado ele no porão?!”. Sim jovens amigos leitores, os fantasmas se desprendem com tremenda facilidade das correntes ais quais são aprisionados, e eles tem o péssimo hábito de zanzar por ai, passando justamente pelos mesmos lugares que você costuma passar.

Hoje foi um desses dias, em que os fantasmas andam pela face azul da terra em plena luz do sol. Estava indo para o ponto final da condução, na tentativa de conseguir ter uma viagem de melhor qualidade, então de repente, assim como os magos sumonam seus elementais, vejo uma das minhas fantasmas preferidas caminhando na direção oposta a que eu mantinha naquele momento. Juro que ver a Gisele (sim a Gisele, acho que já falei dela por aqui, mas se não falei vou falar em breve) depois de seis meses, foi quase tão mortal como da ultima vez que a vi, só que dessa vez, para minha sorte, ela não tentou falar comigo, acho até que fingiu que não me viu, porque eu fiz o mesmo e espero que ela não tenha percebi que fiz isso. Como estava com o mp3 no ouvido, com o volume no máximo, não podia simplesmente atravessar a rua, tive que olhar para os lados com todo o cuidado de evitar olhar para ela. Enfim, foi uma dor de parto, já que eu estava parindo uma dor que havia enterrado bem no fundo. Para piorar, contrariando todas as noticias alheais (ainda não sei por que eu acredito no que me dizem), ela está mais linda do que nunca.

...como agora a minha nova mania é fazer posts duplos...

Esse final de semana ri mais que o normal, gastei mais dinheiro que o normal e fiquei mais sozinho que o normal. Primeiro que, continuando o post anterior, estou cada vez mais virtual e menos pessoal, o porque ainda é desconhecido por min, já que sempre gostei de me relacionar e de fazer parte de pelo menos um circulo pessoal (mesmo que composto de só três pessoas). Também voltei a ler O manifesto comunista, e esse é o motivador da minha alegria maior, é só ler as seguintes frases: “As leis, a moral, a religião são para ele (o proletariado) meros preconceitos burgueses, atrás dos quais se ocultam outros tantos interesses burgueses...” , “Os proletários nada têm de seu a salvaguardar; sua missão é destruir todas as garantias e seguranças da propriedade privada até aqui existentes” ou “A sociedade não pode mais existir sob sua dominação, o que quer dizer que a existência da burguesia é, doravante, incompatível com a sociedade.”, que eu dou gargalhadas seguidas e sem parar, fico até me perguntando se em algum momento Marx realmente acreditou nisso tudo, mas...

Também queria avisar aos nobres colegas que atualmente participo da construção de um terceiro blog que atendera pela nome de Trêsnecessários, aonde escrevo em conjunto com outros dois colaboradores. Quando toda a poeira das obras for varrida e as paredes estiverem secas, farei questão de que os nobres passem por lá, afim de ler algumas criticas que faremos a assuntos gerais.

PS: obrigado por chegar até aqui...
PS: Atualizado contos, café, poesia...

17 Comentários:

mustafa disse...

ei
eu li isso
na verdade, nao fui eu.
foi meu fantasma srsr
como eu nao to por dentro desses assuntos pessoais teus eu nao vo falar nada nao cara^^
mas eu estive aqui
fui

Pedro Vitor disse...

eu tb nao entendi. mas eu li!
hehe
flws brother
abração
fui

mustafa disse...

cara.. valeu por vc ser todo o meu público leitor do meu infame blog. nao sei fazer propaganda dele. ja colokei no meu msn como apelido e ta tb no meu orkut na seção aonde vc põe teu website se vc tiver.
me da umas ideias ae depois de como e aonde divulgar blog.
vlew cara

Mary West disse...

Tipow q eu tb ODEIO fantasmas, aceleram meu coração e me deixam com vontade de sair correndo para o bar mais próximo, visando eskecer a existencia deles. Nem dão aviso prévio, muita injustiça da parte deles.
Mais um blog? Menino pró ativo vc heim? =*

Anônimo disse...

olá! eu passo por situações assim com freqüência.. tenho que ver pessoas q eu maltratava no passado sendo que hj em dia eu eu não tenho mais prazer em bagunçar com o sentimentos dos outros + essas pessoas só faltam me chutar quando eu passo..rsrs

é a vida! neh?

beijos p ti mocinho e boa sorte com sua vida pessoal, virtual e etc..rs

Naiara Ramalho disse...

fantasmas hm, eu não me importo muito com esses fantasmas, a parada é ignorar. mas sempre tem as exceções...
caralho, mais um blog? er, haja paciência, né? sorte com ele!

mustafa disse...

mané valeu pelos conselhos... e pela força.
po .. justo o que eu precisava, mais um vício. ¬¬
mas po o layout do meu blog pra mim ta bom - "scribe" - tem mais a ver comigo. Mas se eu mudar vo deixar igual ao q vc usa, acho, que eh preto e mais confortável pra vista... e... nao sei colocar banners... e os elementos de página tb nao sei como poderiam ficar melhormente posicionados.
emfim. nao sei nada.
0___º

TOOP disse...

não sei. Mas tenho dois fantasmas bem presentes na minha vida. E nem sei como... mas sempre os vejo. E sempre... estão lindos.

e quando falo (eventualmente) com eles. É um parto.

:/

Flávia Batista disse...

eu odeio os fantasmas q me fizeram acreditar q algumas pessoas eram verdadeiras, quando elas te visam como só mais um na vida delas...

♥M@cellY♥ disse...

Odeio meus fantasmas.... queria muito exorcizar todos eles, mas acho que nem análise funciona... rsrs

Beijoooo moço!
:p

Tanmi Morais disse...

é inevitável, fantasmas sempre aparecem (e reaparecem, rs)
o que resta é tratá-los como eles realmente são: assombrações!
assustam mas depois somem.

bjO =*

mustafa disse...

po cara se vc quiser mesmo fazer um banner pra mi eu agradeço.
vou aproveitar bastante sua mão-de-obra escrava srsr zuera cara...
depois me diz como faço pra te passar as imagens pro banner
t+ véio

Jaque disse...

Fiquei até curiosa pra saber sobre esse "fantasma" que apareceu no seu caminho... ahahaha

;*

Pitanga disse...

caramba... engraçado que essa semana um fantasma meu estava de passeios pelas redondezas e resolveu mostrar-me a face outra vez.. e hoje ele foi mais ousado; procurou-me... estou completamente abalada.. seráa uma recaida? não posso continuar com isso..

Thiago Borges disse...

Sabe até que eu nao tenho muito medo dos fantasmas, eu encaro eles numa boa e ainda saiu por cima hehe

Fábio Nunes disse...

Bom, nem me fale de fantasmas, os meus andaram me assombrando, mas ano meu caso não são físicos, são emocionais com conteúdos dignos de melodramas mexicanos, que insistiram em depredar minah auto-estima, felizmente amanhã é segunda-feira e tenho bastante atividade para afastá-los, e empurrá-los devagar, e quando eles menos esperarem (não conte isso para eles), trancafiá-los-ei nos confins da minha mente...
Eu tenho o manifesto comunista, eu sou meio esquerdista, mas certamente não comunista, até porque não sou tão radical para nada. E muitas das idéias marxistas realmente são engraçadas hoje em dia!
Cuidado com o vício em Internet...ahahhahaha. Espero ancioso o novo blog, que os seus outros 2 parceiros sejam tão talentosos quanto você!
Abraço!

Leo disse...

Fantasmas?
Vivem me rondando, principalmente a noite na hora de dormir. Os meus tem uma afinidade com esse horário sabe se lá porquê.

Quanto as leituras, eu vou mal.

Manifesto Comunista... Nunca li e provavelmente nunca lerei. Eu ainda acho que todos os socialistas são utópicos, inclusive Marx. O socialismo é um sistema teoricamente lindo. Seu único problema é só funcionar na teoria.