Sobre os amigos e existencialismo (denovo)...

O anotem, pois vou falar de coisas boas que estão acontecendo comigo...

Não preciso ficar repetindo de meia em meia hora, que não sou uma pessoa muito otimista. Mas tenho surtos momentâneas, ocasionados por bons pensamentos derivados de pequenas descobertas. Minha descoberta do momento são as amizades virtuais que tenho tido. Fazendo uma estimativa (muito por cima é claro), posso contabilizar uns cinco amigos virtuais até agora. Amigo virtual é aquele tipo de pessoa que você só conhece pelos meios digitais e nunca teve o desprazer de ver pessoalmente (mais para frente explico o desprazer). No meu caso, a primeira amizade virtual foi a Renata, que pode ser considerada a pessoa mais por dentro da minha vida e o pior é que não sei explicar como posso contar as coisas para ela, que nunca vi além da web can...

Acho que quando estamos conversando pela Internet, não temos medo de nos abrirmos por saber que existe uma chance muito pequena de conhecer aquela pessoa, e só depois com o tempo já passado temos alguma vontade de conhecer, pessoalmente, aquela que era a nossa confidente. É como se confessar com um padre, você sabe que pode falar qualquer coisa, porque ele está ali sobre juramento e não vai contar o que você teve que contar para espiar as culpas da sua alma (ta bom... eu sei que não funciona bem assim, mas...).

Afirmo que encontrar com um amigo virtual é um desprazer, porque sei por experiência (não própria e sim propagada), que aquele momento em que vocês se vêem pela primeira vez sem um monitor os separando, é meio que constrangedor, você no auge da ingenuidade, olha para aquela pessoa (que é totalmente diferente do que você imaginava) e pensa que ela sabe tudo sobre você, até mais que as pessoas que te rodeiam.

A brincadeira é bem fácil, é só você fazer uma força para se lembrar de quantas “pessoas” você conheceu pela Internet e depois diminuir pelo numero de pessoas que você acha que conhece na vida real. No importa o resultado, porque você nunca conhece alguém de verdade. Já na Internet é bem diferente, pois quando estamos dentro delam, criamos personagens que são dotados de começo, meio e fim. Meu personagem é um grande clichê do homem que tem tudo para ser, mas não foi (típico vilão), porém na vida real eu sou bem diferente disso. Aqui no blog, eu sou só o Breno, que é meio sombrio e as vezes é ower até para ele mesmo.

Quem somos na realidade?

Porque não somos sempre os mesmos?

O que é existir?

Não perca tempo com essas perguntas (conselho do vovô), porque elas, além de serem sem resposta, só vão fazer você acreditar que pode mudar o seu passado, quando na verdade ninguém muda nada, ninguém tem o poder de alterar nada que já foi escrita (é só ver o filma A máquina do tempo).

O futuro é nosso, então se preocupe com as novas amizades que você pode fazer, mantenha as antigas e pense que as que se foram, apenas se foram e a vida é assim mesmo.

PS: Comecei falando de amigos e terminei dando dicas de vida...

PS: Um amigo tem um blog, então faço minha parte divulgando, entrem Cardecista Metaleiro e leiam o melhor post de apresentação que eu já vi em minha vidinha

PS: Obrigado por chegarem até aqui....

16 Comentários:

Alan disse...

kkkkkkkkk valeu ae cara, vc sabe que meu blog quer ser igual ao seu quando ele crescer ne
o_0 kkkkk

mas hein.. sobre o post aí..
"É como se confessar com um padre, você sabe que pode falar qualquer coisa"
incriveu eu tava com isso na cabeça enkuanto pensava em fazer um blog. nao kero deixa-lo muito pessoal pra num ficar emo aheuahe q nem teu post anterior ne cara - zuera - takei essa doença de blog no meu apelido do msn pra fazer todo meu marketing. mas acho q ninguem vai ver ¬¬ nah...
tem poBRema ñ.
assunto existencial...
isso de amizade virtual me lembrou uma coisa rsr.. deopis vo postar lá.
vlew mané

♥M@cellY♥ disse...

OOiiii

meu melhor amigo é virtual.. agente ja se conheceu e tal, e continua tudo igualzinho... Adorooo ele e ele tbn me adoooora... rs

Mas...to sumida né?
Estou terminando monografia pra apresentar já esse mes... to doidinha, vc nem imagina.. rsrss

Fico feliz de saber que vc ta sempre lendo meus posts.. rss
^^

Bjoooo, até!

Thiago Borges disse...

Adoro esse filme "A maquina do tempo".

Não da para mudar o passado, mas da para cmpensar. Tipo um cara pode ter sido um nerd no passado, mas aí hoje em dia ele pira tanto que o ássado dele não interfere saca?

Anônimo disse...

Eu nunca, até então, tive “amizades virtuais”, mas quando entrei para a blogosfera, descobri uma galera bacana e tal, não falo com eles por msn, mas converso através de seus textos, pois acho muitos mais atraente.
Já na vida real, não tenho muitos amigos, tenho os meus e prefiro assim.

P.s: Vou te confessar, aquele texto eu escrevi pensando no meu namorado – no nosso relacionamento e afins – somos diferentes, temos personalidades diferentes – não acredito muito naquela teoria “os opostos se atraem”, tudo tem que ter um quê a mais – muitas vezes até pensamos diferentes, mas acredito que temos algo em comum, nem que seja um mínimo detalhe, e este faz a diferença. Acredito que os dois têm sorte =D

Beijos guri!!

Jaque disse...

"Amigo virtual é aquele tipo de pessoa que você só conhece pelos meios digitais e nunca teve o desprazer de ver pessoalmente."

ahahahahahaha

Desprazer foi ótimo. Me lembrei de um conmentário que vi uma vez... o carinha dizendo que amigo virtual é bom porque não te enche o saco, não te liga enchendo o saco, não te pede favores sem noção e tal... porque vc pode bloquear e sumir, na hora que tiver a fim... uhauahu!

Existem pessoas que conheci aqui, se tornaram minhas amigas, e, algumas, faço questão um dia poder ver...

Beijo.

Pedro disse...

Não sou desses que ficam caçando blog e tal, até eu ter a idéia de ter um blog também hahaha.

Aproveitei o meu espaço para falar de um problema que já apresenta melhorias evidentes. Eu faço parte do manifesto NÃO QUERO FICAR CARECA. Pq cabelo existe e é pra ficar na cabeça :P

Achei válido deixar esse comentário aqui, dps de ler os teus posts.

Vamos trocar idéia a respeito disso ok. Aguardo a sua visita no meu blog.

Abç.

Pedro
www.naoqueroficarcareca.wordpress.com

ps: vou aproveitar e te add no meu blog.

Tanmi Morais disse...

eu sempre achei importante selecionar bem as pessoas com quem convivo e quem vou chamar de AMIGO.
Até os amigos virtuais, que aliás são bem poucos...

sobre o conceito de existir, é verdade que na teoria tudo é sempre mais fácil, o passado já é passado, mas ninguém sabe se o futuro realmente virá, então o que temos é o presente.

bjO =*

pitanga disse...

eu já tive começi algumas pessoas que eu converso pelo msn, e só teve uma vez que eu me decepcionei com a pessoa, realmente ela era totalmente diferente do que eu esperava! x.x
ps.: éhh, eu escrevo de vez enquando quando alguma coisa muito boa ou muito ruim acontece comigo. a unica pessoa que sabia era a minha irmã, pq todo que eu escrevo é MUITO pessual, aí eu fico sem graça de mostrar..
ps².: poxa vida, vc nem respondeu meu email =/

beeijO!

E_levation disse...

Do You Like Indie Music?
Visiting us:
www.flamesbr.blogspot.com
Thanks!

Cadinho RoCo disse...

O bacana de tudo isso é que nós seres humanos sempre encontramos um caminho para o que buscamos, posto não sermos sós no mundo.
Cadinho RoCo

★. Marii .★ disse...

Amizade virtual é um assunto muito complexo, mesmo. Não tenho amiigos virtuais pra valer... não consigo confiar totalmente.
São muiitas e muitas faces, é complicado :B
=******* adoro teus textos (:

Desarranjo Sintético disse...

Primerio que graças aos deuses eu consegui salvar meu comentário quilométrico no post anterior, mas dessa vez não fui ratão que nem na outra, eu salvei tudo que eu escrevi antes de clicar no publicar... rsrs. Bom, é completamente "punk", pensar que pessoas esrtanhas estão de posse dos nossos segredos mais profundos, lá do submundo de nossas almas mundanas. E masi punk ainda pensar que muitas dessas pessoas perdemos contato e nunca masi veremos, como eu sempre digo "pensar faz mal", e nesse caso melhor seguir o conselho do seu avô: não pense nisso. Também acho incrível achar pessoas que pensam como a gente nesse mundo virtal que é ainda maior e mais dantesco que a vida real. Tudo que somos, pensamos ou fazemos tranmitidos apenas por uma tela de computador, será que isso mostra para a pessoa do outro lado quem realmente somos? Por isso que se eu for conhecer algum amigo virtual algum dia, vou fazer que nem na vida real, marcar tudo antes, o que acontecerá, onde iremos, para a vida rela não se tornar um vazio contrário ao nosso relacionamento virtual, botnado a amizade - e nossos segredos - em risco, rsrsrs.

Abraço!

Fábio

www.desarranjosintetico.blogspot.com

Flávia Batista disse...

nossa... é incrivel como a gente se sente a vontade para revelar nossa vida a amigos virtuais né?!
eu já tive alguns, hoje em dia tô mais naquela de amigos reais mesmo!!!!
hehehehehehhehhehehhe

mas é legal manter esse novo tipo de amizade!


bj

TOOP disse...

Otimismo... quem precisa dele, quando a realidade nosparece bem melhor que os sonhos?
;)

Deusa Odoyá disse...

Oi meu novo e estimado amigo.
muito informativo o seu blog.
Estás de parabens.
Beijos e fique na paz.
Te aguardo no meu cantinho.

Leo disse...

Eu até tenho amigos virtuais, mas são poucos. E bons. É muito interessante conversar e achar um milhão de afinidades com pessoas que você nunca viu na vida e que estão tão distantes, distância encurtada pela net. xD

Nesse post, novamente de discordo de você. Creio que toda pergunta deve ser feita. Se for daquelas sem resposta, um tanto melhor. O tempo que você passa divagando sobre as possíveis respostas faz com que você pense coisas incríveis. É meio que um auto aprendizado. Comigo funciona. xD