Coisas que aprendemos com os filmes

Sempre que escrevo um post novo, é porque fui motivado por algo que vi ou vivi. Dessa vez não vai ser diferente. Eu, finalmente, assisti ao Labirinto do Fauno, que por sinal é um dos filmes com a melhor história que eu já vi...Mas o filme não se destaca em prima pela história, e sim por como ela é montada. Simplesmente não existem clichês no filme, ele é perfeitamente saudável, sem nenhum vício, e essa ausência de vícios me fez pensar nos clichês que já vi no filmes. agora estou aqui: escrevendo para os meus dois leitores...em fim, lá vamos nós mais uma vez:

1 - Vilões, não contem seus planos: um dos erros mais idiotas, é a personalidade dos vilões, que sempre contam para o mocinho seus planos achando que já ganharam e nada vai mudar isso, bem... sabe o que acontece? o babaca do vilão se fode, e se fode bonito...

2 - Chicletes, grampos e cola, fazem uma bomba: esse tópico é dedicado ao nosso ilustre amigo Magiver, que com apenas um chiclete, um grampo e um tubo de cola pvc acaba com os planos de qualquer vilão que não tem sentido para sua existência.

3 - O bem sempre vence: diferente da vida real, nos filmes, o bem sempre vence, deixando para trás um rastro de morte, maior que o mal, e ninguém acha isso uma coisa monstruosa.

4 - O babaca sempre se fode: lembra do filme pânico, onde as pessoas morriam pelas mãos de um assassino, sem motivo real para matar (e não é sempre assim?). Bem... esse filme é um bom exemplo de que o babaca sempre se fode, afinal de contas todos morrem, menos a Sandy, e eles morrem num degrade de babacagem, do mais babaca, para o menos...

2 Comentários:

_gus disse...

"degrade de babacagem"...uahauhauahauhauha
mto bom! nunca tinha pensado nessas paradas desse jeito. e num eh q eh verdade?

DiegoFerrite disse...

huahua, na vida não tem ordem: todos se fodem, os babacas e os não babacas.

Sobre o bem sempre vencer nos filmes, vou pensar em uns filmes onde acontece o contrário depois te passo.