Nove mil musiquinhas clichês

Esse post foi escrito para o meu novo blog, mas como eu ainda não terminei ele, vou postar aqui mesmo.

***

O que devemos esperar de uma banda que tem em sua formação três figuras mais que carimbadas do novo pop rock nacional? Boa coisa é que não é! Imagine juntar numa mesma banda um cara que tocava com a Pitty, o Junior (aquela sombra da Sandy) e o Champion ex Charli Brown, e ainda de quebra colocar um vocalista com uma voz estranha e totalmente desconhecido. A primeira vista essa não é uma mistura muito confiável. Mas (in)felizmente essa é exatamente a formação da 9 Mil Anjos.

Ouvi falar da 9MA pela primeira vez num daqueles programas de fofoca que passam na televisão, não que eu adepto desses programas de fim de tarde, mas como estava dando uma passeada pelos canais da nossa tão adorada televisão aberta, acabei me interessando e vendo a matéria completa sobre a banda. Como eles são uma grande novidade e falta ainda conteúdo para falar, o programinha nem se deteve durante muito tempo no assunto banda e sim na vida de cada um dos participantes, porém aqueles poucos minutos que foram gastos falando sobre a banda, foram o suficiente para me fazer pensar em realmente ouvir algo deles quando estivesse disponível na rede.

Não demorou muito para o 9MA dar suas caras ao mundo, depois de passar um tempo dentro de um estúdio nos E.U.A gravando seu primeiro CD. Diferente da minha previsão, o lançamento do álbum não foi um boom daqueles, na verdade ouve pouca divulgação por parte da mídia e parecia que estavam todos empenhados em boicotar o trabalho de nossos jovens músicos de carreiras já manjadas ou que eles mesmos havia, de propósito, afastado seu passado afim de não deixarem isso atrapalhar o novo projeto.

Depois de alguns dias do lançamento do álbum eu já o tinha em meu mp3 player (leia como companheiro inseparável de viagem) e o examinava minuciosamente durante a viagem diária que faço todos os dias para ir ao trabalho. Ouvi cinco incansáveis vezes o CD, dedicando minha mente só as melodias, letras e arranjos que estava tocando e fiz tudo de olho fechado imaginado cada um dos músicos tocando seus devidos instrumentos. Queria fazer tudo direito já que essa seria a primeira crítica que eu faria no blog.

Agora posso dar a minha opinião sobre o trabalho do 9MA. E apesar de ter gostado do CD e continuar ouvindo mesmo depois de terminada a necessidade de ouvi-lo, minha crítica não vai passar muito longe de todas as já feitas. O primeiro álbum do 9 Mil Anjos não é grande coisa, é repleto de clichês e lugares comuns, tem bons instrumentistas, um vocalista que as vezes surpreende com sua voz estranha e tem letras extremamente previsíveis. Sua formação é Peu (ex Pitty) na guitarra, Champion (ex Charli Brown) no baixo, Júnior Lima (ex Sandy e Júnior) na bateria e Perí (um desconhecido qualquer) no vocal. Afirmo que eles sabem como conduzir o cd bem, a coisa toda não chega ser ruim, só é diferente do que qualquer um esperava. Definitivamente ou ia ser uma bomba completa ou um álbum genial, só que não foi nada disso. Agora espero o segundo álbum para saber se eles vão se manter por esse lado que estão ou se destruíram o pouco que já tem.

Não vou mentir, o álbum 9MA não algo que eu recomendasse para as pessoas que não sabem como lhe dar com coisas novas, mas também não é um CD para se ouvir quando a banda acabar. Ouçam e me digam o que vocês acham.

Uns links da banda:

Site: http://novemilanjos.uol.com.br/

Myspace: http://www.myspace.com/novemilanjos

Fotolog: http://www.fotolog.com/novemilanjos

Youtube: http://www.youtube.com/novemilanjos

8 Comentários:

Clover disse...

Eu imaginava que o resultado seria esse mesmo. Acho que não consigo fazer como você, principalmente porque não é o estilo de música que eu ouço.

É engraçado como lançaram a banda já com certeza de sucesso. Acho que vi na televisão uma vez falando sobre eles e o Junior comentou assim: "por enquanto a banda ainda não é conhecida, mas quando a gente começar a aparecer mais..."

Pelo menos entre os fãs de Sandy & Junior, eles estão garantidos.

Leo disse...

Bom, já ouvi falar da banda mas ainda não tive a oportunidade de ouvir o som. Como não entendo muito de música, olho mais a letra mesmo. Faz tempo que não escuto uma banda nova, é bom dar uma renovada.

Gostei da crítica. Acho que você poderia ter descrito um pouco mais de como é o som da banda.

Até mais!

Wilson disse...

pela formação da banda eu desconfio, mas parece que vale a pena escutar os caras. vc comprou o cd ou baixou?

Anônimo disse...

fim do supernada?
Assuntos alheios?
hum...
Não acredito que vc ouviu mesmo essa "banda"...

ps: eu não to grávida, mas no dia em que eu estiver realmente carregando um pequeno ser vivo em meu ventre espero que vc acredite.

***

Maicon disse...

Koe
...to de volta filho!!!
abraços e não posso comentar sobre a banda porque anda não escutei...vlw

Grahan disse...

Cara. Procura um jornal, uma revista, um site urgente e vai fazer crítica de música. Tu tem jeito, cara!

Bem. Falar de música é algo muito delicado. Sempre faço exatamente isso que tu fez: tentar imaginar cada instrumentista tocando cada instrumento. Ver como foi pensado o álbum e - uma coisa que não fizeste - apreciar o trabalho gráfico do CD. Que cara eles quiseram dar a esse trabalho?
Bem, é por aí. O problema é que não sei escutar o que não gosto. É complicado. É como eu te fazer ouvir Celine Dion (creio que tu não goste) e fazer uma crítica a ela. Enfim. Eu já ouvi o som dos caras e se for dar minha opinião vai soar preconceituoso. Melhor eu ficar calado e admirar tua excelente crítica. É isso aí garoto!

Mary West disse...

Má menino naum é que eu li uma verdadeira critica de revista internacional. Gostey bastante mesmo e darei uma "ouvida" :D

Anônimo disse...

EU ENTREI NO BLOG PARA LER A CRÍTICA DESTE TERRÍVEL DESASTRE MUSICAL CHAMADO "9 MIL ANJOS"...

MAS O QUE ME DEIXOU PASMO E COM VERGONHA FOI ENCONTRAR ESTE AUTOR QUE TEM A CAPACIDADE DE ESCREVER "LHE DAR" QUERENDO DIZER "LIDAR".

ALGUÉM ME AJUDA A ME MATAR?????